Meu relóginho

Seguidores

domingo, 3 de maio de 2009

DENUNCIE MAUS TRATOS







Se você conhece um bichinho que vive acorrentado, é espancado pelo dono, privado de alimento ou não recebe assistência veterinária, saiba que tudo isso é crime e ele precisa da sua ajuda para ter uma vida mais digna

















Submeter um animal a maus-tratos é crime previsto no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605) e pode acarretar em multa ou pena de três meses a um ano de prisão. Denunciar é simples e quem procura ajuda não fica exposto à represálias do agressor.

De acordo com o artigo 3 do Decreto Federal 24.645/34 caracteriza-se por maus-tratos manter o animal trancado em lugares pequenos, anti-higiênicos ou preso a correntes, golpear ou mutilar o animal, não prestar assistência veterinária adequada ou usá-lo em shows que causem pânico ou estresse. Envenenar e abandonar animais também são atos criminosos.

O que fazer?

O primeiro passo é reunir a maior quantidade de provas possível. Fotografias, vídeos, laudo ou atestado veterinário, placa do carro de quem agride ou abandona e até testemunhas. Tudo o que sirva para mostrar a situação do animal e ajude a identificar o agressor.

Em seguida procure a delegacia mais próxima e faça um Boletim de Ocorrência (BO). Por garantia, leve com você uma cópia da Lei de Crimes Ambientais (disponível no site :

http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/leis/L9605.htm

ou tenha escrito o número da lei e o que diz o artigo 32*.

O policial que ouvir o seu relato deverá instaurar um inquérito ou lavrar um Termo Circunstanciado (TC). Caso ele se negue a fazê-lo estará infringindo o Código Penal (artigo 319, crime de prevaricação). Na dúvida, e porque é seu direito, peça para falar com o delegado.

No Brasil os animais são “sujeitos de direitos”, tutelados pelo Estado e representados em juízo pelo Ministério Público. Portanto, você não será autor do processo judicial que for aberto a partir da sua denúncia. Depois de concluído o inquérito para apuração do crime, ou elaborado o Termo Circunstanciado, o delegado o encaminhará para abertura da ação, na qual constará o Estado como autor.

BO eletrônico Em São Paulo e na Grande São Paulo os BOs podem ser feitos também pela internet, no site http://www.seguranca.sp.gov.br.

Depois de preencher o formulário, a polícia entrará em contato para confirmar as informações e, se estiver tudo certo, você receberá uma cópia do documento por email.

Se ainda assim você estiver com receio de procurar uma delegacia e denunciar, busque orientações no fórum mais próximo da sua casa ou peça ajuda da associação de bairro da sua região. Representantes da população, as associações de bairro têm poder de exigir atitudes das autoridades em favor da comunidade e você pode pedir que um dirigente ou alguém designado te acompanhe até a delegacia ou ao fórum.

Denunciando em outros Estados No Distrito Federal é possível denunciar maus-tratos na ProAnima (Associação Protetora dos Animais do Distrito Federal), pelo telefone (61) 3032-3583. A Delegacia do Meio Ambiente da Polícia Civil também recebe denúncias pelo número (61) 3234-5481.

No Rio de Janeiro, maus-tratos, tráfico de animais, envenenamento, trabalhos forçados e abusos de animais em espetáculos, tais como circos, rodeios e rinhas de cães e de galos, devem ser relatados ao disque-denúncia, (21) 2253-1177.

Animais de grande porte e silvestres Não chame a carrocinha se presenciar maus-tratos a cavalos, burros ou animais de carga. O melhor é pedir orientação às Sociedades Protetoras de Animais da sua região.


Outras informações sobre eqüinos estão disponíveis no site http://geocities.yahoo.com.br/equinosbrasil.





... A RONRON ...OUTRA VÍTIMA ...





Ronron:

A Ronron era uma gatinha fofa, carinhosa, ronronenta, tudo de bom. Ela tinha dono, um traficante da região central de São Paulo. Sempre engravidava e ele jogava os bebês na porta da casa dos Resgatinhos... tem gente pra tudo... Um belo dia, Ronron caiu do sétimo andar... e o seu dono, vendo a gata toda ferrada, a abandonou ali também. Claro, "consertar" uma gata nesse estado sairia muito caro. Com a queda, Ronron quebrou 1 costela, 3 patas (uma em 4 partes, outra em 3 e outra "apenas" em uma), a bacia ficou esmigalhada, ralou o queixo, e teve hemorragia (porque estava grávida novamente e com a pancada perdeu os bebês).

30/10/2004 - dois dias após a queda, ainda sem ser medicada

Ronron foi imobilizada para tomar antibióticos e dois dias depois passar por três cirurgias, que custaram R$968,60.



31/10/2004 - Um dia antes da cirurgia

A cirurgia foi complicada. O útero estava quase rompido e ela tinha muitos coágulos.
Uma das patinhas teve que ter o osso raspado, porque a fratura era exposta.
Os bebezinhos, coitados, estavam mortos e cheios de hematomas. Foram retirados.
Ronron ficou com 3 patinhas imobilizadas, 2 delas com pinos. Não conseguia se levantar. Fazia xixi e cocô nela mesma e precisava comer com ajuda (seringa com papinha).
Se sobrevivesse, Ronron iria ficar feito um robozinho andando.



02/11/2004 - Após a cirurgia

Ronron começou a juntar água no pulmão porque ficava o tempo todo deitada. Quando estava muito, mas muito animadinha, ela conseguia levantar o pescoço. E só.
Ronron também não queria mais comer. Forçavamos papinha com seringa o tempo todo, mas ela cuspia metade...
Aí ela começou a juntar catarro e ter dificuldade para respirar. Você já tentou comer entupido de gripe? Imagine uma gatinha assim, só que ainda sem poder se mexer...
Mesmo com ajuda da inalação Ronron não comia direito e foi enfraquecendo, tinha crises de falta de ar de ficar com a linguinha de fora. Foram noites e mais noites correndo para o veterinário de madrugada. Mas queríamos muito salvar a vida dela. Faríamos tudo de novo...



05/11/2004 - Definhando

Numa segunda-feira, Ronron acordou com uma cara boa, parecia que estava sorrindo, parecia uma bonequinha japonesa.
A tia Susan a levou para o vet, onde ela tomava 5 injeções diárias. Tudo parecia ir muito bem.
Eis que, do nada, Ronron começou a ter convulsão e parada cardíaca. Corremos com ela para um hospital veterinário, para ela ficar no oxigênio e com monitoramento cardíaco, mas outra crise a levou.


09/11/2004 - Pouco antes de morrer

Ronron então se libertou das faixas e pinos, voltou a comer e a brincar com outros gatinhos que se foram, vítimas da irresponsabilidade de seus donos. Você acha que o dono dela se importou?


Coloque telas nas janelas e sacadas do seu apartamento.

"Acidentes" como este podem acontecer com qualquer gatinho...
Gatos são bichos curiosos, se empolgam com pássaros, insetos, podem escorregar em um dia de garoa ou simplesmente se desequilibrar.
Não vale a pena pagar pra ver.


Aliás, não podemos chamar isso de acidente...
O que pode ser prevenido e não é feito não é acidente, é irresponsabilidade.


Fonte:
http://adoteumgatinho.uol.com.br/susan_ronron.htm








* AVISO PARA QUEM QUER ADOTAR GATOS ...

Se você mora em apartamento, não importa o andar, telas são item obrigatório.

Trata-se de posse responsável. Tem gente que acha que fica feio e por isso prefere que o gatinho corra o risco de morrer.

Perguntamos? Isso é amar? Na nossa opinião, não.

Tem gente que acha que o gatinho nunca vai cair porque conhece um amigo que tem um gato num apartamento sem telas há 10 anos. É verdade que alguns gatos não demonstram interesse por janelas e sacadas ou são perfeitos equilibristas. Mas quantos deles são assim? Ou será apenas sorte ? Você vai esperar seu gatinho morrer para se arrepender? Ou é do tipo que trata animais como objetos, "ah, morreu, adoto outro" ?
Quem ama cuida, protege, zela, quer bem.

Se esse não é o seu caso, você não está apto para adotar um gatinho. Adote um bichinho que não caia, não seja curioso, não se encante com pássaros, não desafie a natureza num dia de garoa. Um gato não serve pra você.

Conheça a seguir duas histórias com um fim triste, que poderia ter sido evitado.

Melancia :
Melancia foi adotado pelo site em maio de 2005. Um gatinho lindo, brincalhão, fofo de tudo. Sua dona, Kelly, mentiu pra gente, prometendo instalar as telas no seu apartamento... coisa que nunca aconteceu. Melancia foi encontrado morto no chão por uma ex-amiga da Kelly, estatelado, porque provavelmente se empolgou com algum passarinho ou se cansou de esperar que a porta da sacaModeração de comentáriosda lhe fosse aberta. Um gatinho que poderia viver pelo menos uns 10, 12 anos a mais... acabou assim... A pergunta que fica é: podemos confiar nas pessoas? Um gatinho que tratamos com carinho, amor, que foi vacinado, castrado... Não arriscamos mais a sorte dos nossos gatinhos. Para levar um gatinho pra casa é obrigatório ter instalado as telas nas janelas/sacadas ANTES da adoção.














Perfil

Minha foto
Guarujá, São Paulo, Brazil
Sou alegre e brincalhona, mas sou guerreira sou muito versátil como mamãe humana, esse blog é para expressar o meu sentimentos de gata felina juntos com meus , minhas lembranças e minha família amo cada dia mais a vida ainda mais agora estou namorando comecei a namorar no dia 15/1/2009...coisa de gatos apaixonado e quem disse que eu não gostei? ameiiiiiiiii o Billy é meu namorado e também irei apresentar minha família meu irmão Lion e meus filhos adotivos Jacó e Sara que nós convivemos muito bem.

> Leve-me<

•--- LINK-ME ---•

:: Meus AWARD::

•--- MEU AWARD COM CARINHO ---•

Link minhas amigas

> * Meus mascotinhos amados...< *

Mascotes adotados

Esse bloguinho foi criado no dia 22/09/2009 um presente de aniversário.

Selinho Amo sua amizade

:: AMO SUA AMIZADE ::

> * Mimos recebidos no mês de setembro/09

Mimos de setembro/09
Ganhei esse mimo da minha mana: Palmeirinha

VI NO BLOG DA CIDY E SERENA

Mimos guardados/2009

Mimos guardados/2009
Clique aqui só mimos
Template by Rosângela Coelho - Só Templates